Aqui é o ponto de encontro de todos os que gostam de ler, de falar de livros, de ilustrar as passagens preferidas, de partilhar leituras…
Vamos conversar?
Neste espaço, podemos partilhar com os outros as nossas opiniões sobre livros/textos que apreciamos, leituras que adoramos e, também, conhecer novos livros interessantes. Leste um livro interessante? Então, fala-nos um pouco dele. Vem até aqui, ao nosso PONTO de ENCONTRO, um espaço que gostaríamos que fosse verdadeiramente NOSSO, de toda a Comunidade Educativa.
“Ler é sonhar pela mão de outrem.” Fernando Pessoa
publicado por Cidália Loureiro e Lídia Valadares | Sexta-feira, 22 Julho , 2011, 09:30

 

     A arte, nas suas diversas formas, convive e comunica connosco no nosso quotidiano. Impossível ignorá-lo. Assim, podemos estabelecer diálogos maravilhosos e de extrema riqueza com a pintura, com a música, com a literatura, com a escultura, com a dança… Basta, apenas, aprender a linguagem própria de cada uma das manifestações da arte. Tal como aprendemos a ler palavras, textos, também temos de aprender a “ler” imagens, sons, movimentos, formas… Estimulado o gosto, a sensibilidade, o hábito dessa actividade, adquirida essa competência, a comunicação estabelecida pode ser de um valor incalculável e de um imenso prazer.

     Solicitados a dialogar com o quadro que a seguir apresentamos, alguns alunos escreveram ou pintaram pequenas obras de arte. Vamos partilhar convosco alguns produtos desses jovens poetas-pintores que estão a aprender a comunicar com a arte.

 

O Quadro Amoroso

O Amor

Decidiu pôr

Perto de minha casa

As suas malas!

 

Estava eu a tocar

Quando ouvi cantar

Uma voz familiar…

 

Era um canto tão bonito

Que  me apanhou

Em flagrante delito.

 

Fui logo ver quem era.

Oh, que figura tão bela!

Minha amada cantava

Enquanto eu a mirava.

 

Junto dos arbustos ficámos

E serenamente pensámos

Num piquenique pintado

Ao doce som do violino.

 

A Natureza,

Com a sua beleza

Colocou frutos vistosos

Coloridos, gostosos

Na nossa mesa.

 

Mas de repente o sonho acabou

A realidade chamou com razão

E eu reparei que tinha entrado

Durante algum tempo naquele quadro

E nele vivera com alguma emoção!

 

   Henrique Mendes, 7º 2

 

 

 

Poeta sonhador

 

O velho poeta-pintor

Pintou com a liberdade

De poder amar

Os tons e os sons

Da inebriante Natureza

 

Com o pincel na mão

Pintou com paixão

Aquilo que via

Sentia e ouvia

em infinita beleza.

 

Pintou a música

Com uma só cor

Regeu a pintura

Com a sua batuta.

 

Depois…

Ela aproximou-se com recato

Olhou-me com ternura

E disse: “Que belíssima pintura!”

Olhei pasmado e gostei do retrato.

 

Por fim a música parou

O pincel pousou

E num pequeno salto

Voou bem alto

Para mais tarde regressar

E poder voltar a pintar

A tocar, a sonhar…

 

Maria João Gonçalves, 7º2

 

 

 

Desenho de Amor

 

Hum… não sei o que desenhar!

Uso a imaginação?

Uma visão?

Paixão!

 

Vê-los assim deitados

Agarrados

Juntando seus corações numa só vida

Que ninguém consegue separar

Com uma só tentativa!

Nem uma, nem duas, nem três…

 

Ouçam! Ouçam a sua música

Música de harmonia.

Sintam o cheiro da Natureza

Como há muito ninguém sentia!

 

Pego no meu fino pincel

E começo a desenhar

Aquela paixão nunca vista

Aquele dom de amar!

 

Olho para o meu desenho

Com a maior alegria

Por algo que fiz com engenho

E gosto neste belíssimo dia!

 

Mariana da Silva Coelho, 7º2



Anónimo a 7 de Outubro de 2011 às 19:33
Adorei os trabalhos estão muito bonitos!

Anónimo a 7 de Outubro de 2011 às 19:36
Este sitio é muito bom para enriquecer.mos o nosso vocabulário. MARIA jOÃO 8º2

Anónimo a 27 de Outubro de 2011 às 22:06
Dá mesmo gosto ver os nossos trabalhos aqui! É uma sensação encantadora quando nos dizem que gostaram dos nossos textos, quando nos pedem para escrevê-los a computador e o melhor, é quando nos dizem que vem para o blog ou para o jornal. É espectacular quando vemos um sorriso nos lábios da professora, é sinal que gostou daquilo que fizemos. É óptimo sentir que os nossos trabalhos são reconhecidos. Continuar, sem parar, sempre! Vamos lá, turma! :D

Mariana Coelho, 8º2

diogo a 9 de Novembro de 2011 às 14:02
acho que o texto esta bem feito , pois e um pouco amoroso para consigo proprio...

mais sobre mim
Julho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30

31


LER
“O prazer de ler e de escrever não é um acto solitário, é uma forma de entrar em relação com o outro, de partilhar uma paixão.” Cláudia Freitas, Leituras Cruzadas
blogs SAPO