Aqui é o ponto de encontro de todos os que gostam de ler, de falar de livros, de ilustrar as passagens preferidas, de partilhar leituras…
Vamos conversar?
Neste espaço, podemos partilhar com os outros as nossas opiniões sobre livros/textos que apreciamos, leituras que adoramos e, também, conhecer novos livros interessantes. Leste um livro interessante? Então, fala-nos um pouco dele. Vem até aqui, ao nosso PONTO de ENCONTRO, um espaço que gostaríamos que fosse verdadeiramente NOSSO, de toda a Comunidade Educativa.
“Ler é sonhar pela mão de outrem.” Fernando Pessoa
publicado por Cidália Loureiro e Lídia Valadares | Segunda-feira, 10 Janeiro , 2011, 09:57

 

 

 

Todos os anos, no dia 6 de Janeiro, comemora-se o Dia de Reis. Comecei a pensar no motivo desta festividade, sabia que estava relacionada com a visita dos três Reis Magos ao Menino Jesus, em Belém, quando nasceu. Relembrei que Lhe tinham oferecido ouro, incenso e mirra, mas que nunca tinham informado o rei Herodes do sítio onde se encontrava o Menino, pois tinham sido avisados, em sonhos, para não o fazerem. Entretanto, várias perguntas me assaltaram: Será que também se festeja este dia noutros países? Será da mesma forma? Resolvi consultar uma “enciclopédia” que estava mesmo à minha beira:

- Mãe, o Dia de Reis também se festeja noutros países?

- Penso que sim, pelo menos, em alguns.

- E comemora-se da mesma forma?

- Isso já não sei, filho, mas é um bom motivo para fazeres algumas pesquisas.

Concordei e fui pesquisar na Internet e num livro muito interessante de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada – “O Natal na Europa”.

E lá fui eu viajar por alguns países. Comecei na vizinha Espanha. Procurando aqui e além descobri que, na tarde de dia 5 de Janeiro, neste país, se realiza o Cortejo dos Reis, a Cabalgada del Reyes. Figurantes vestidos de Baltazar, Gaspar e Belchior desfilam pelas ruas, com cavalos e camelos, acompanhados por um séquito de pajens. Muitas pessoas assistem ao desfile onde são distribuídos caramelos e outras guloseimas às crianças. Após o desfile, as pessoas dirigem-se para suas casas para prepararem a Ceia dos Reis. Comem-se os tradicionais Roscones de Los Reyes com chocolate quente. Nessa noite, as crianças colocam o sapatinho junto à porta de casa ou no parapeito da janela para aí serem deixados os presentes trazidos pelos Reis Magos. Nas famílias espanholas, a troca de presentes efectua-se na manhã de 6 de Janeiro.

Abandonei a Espanha e decidi ir até à Hungria, aliás, até à sua capital, Budapeste. Quando cheguei, encontrei várias crianças, vestidas de Reis Magos, transportando presépios nas mãos e pedindo moedas, de porta em porta. Depois, dirigi-me para a Alemanha e vi crianças vestidas de Belchior, Baltazar e Gaspar, escrevendo as iniciais do nome nas portas das casas.

- Henrique, queres vir comer um bocadinho de bolo-rei, acabadinho de chegar? – perguntou a minha irmã, com um tom provocador. - Ainda está quentinho!

Não resisti. Abandonei a Cabalgada, deixei os Roscones e regressei a Portugal, para festejar o Dia de Reis. Comemos algumas fatias do bolo, que estava delicioso, mas, à noite, não fomos cantar as Janeiras porque chovia torrencialmente…

 

Henriques Mendes, 7º 2


Denise a 4 de Fevereiro de 2011 às 19:31
Está magnifico este texto!!!

mais sobre mim
Janeiro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21

24
25
26
27
28
29

30
31


LER
“O prazer de ler e de escrever não é um acto solitário, é uma forma de entrar em relação com o outro, de partilhar uma paixão.” Cláudia Freitas, Leituras Cruzadas
blogs SAPO