Aqui é o ponto de encontro de todos os que gostam de ler, de falar de livros, de ilustrar as passagens preferidas, de partilhar leituras…
Vamos conversar?
Neste espaço, podemos partilhar com os outros as nossas opiniões sobre livros/textos que apreciamos, leituras que adoramos e, também, conhecer novos livros interessantes. Leste um livro interessante? Então, fala-nos um pouco dele. Vem até aqui, ao nosso PONTO de ENCONTRO, um espaço que gostaríamos que fosse verdadeiramente NOSSO, de toda a Comunidade Educativa.
“Ler é sonhar pela mão de outrem.” Fernando Pessoa
publicado por Cidália Loureiro e Lídia Valadares | Terça-feira, 15 Junho , 2010, 22:46

Agora que o ano está a terminar,

Cheira a férias e a muita diversão.

Agora, é só na brincadeira pensar,

Vivam as férias, já cheira a verão.

 

Mais um ano de estudos concluído,

Pelos novos conhecimentos aprovado.

Oficialmente o 6º ano está despedido,

Venha de lá outro, este está acabado.

 

Mais uma etapa da vida vencida,

Mais uma página no tempo virada.

Porém, no fim de cada saída…

Vem sempre uma nova chegada.

 

Deste, ficam na memória recordações,

De todos os momentos de felicidade.

Ficam gravados em todos os corações,

Com afinco a palavra saudade.

 

Chegou depressa a hora da partida,

Agora é a vez do 6º ano descansar.

A todos que estão de saída,

Parabéns, afinal, vale a pena estudar…

 

Cumpriram com sucesso a sua missão,

Os professores, amigos dedicados.

Como bons exemplos serão,

Pelos seus discípulos recordados.

 

Ante mesmo de o pano deixar cair,

Apenas uma pequena lembrança.

Não se esqueçam de ler e descobrir,

Coisas novas, fomentar a esperança.

 

Eis por fim chegada a hora,

De um até já a todos dizer…

Aqui, ninguém se vai embora.

Apenas até amanhã… pode ser?

 

 

Jorge Almeida


Lídia Valadares a 15 de Junho de 2010 às 23:15
Estimado Colega,

Bem-haja pelas suas palavras e pela sua valiosa participação neste blogue. É evidente que ninguém se vai embora. Continuaremos a contar com a presença e a colaboração de todos. Dizemos, apenas, até já. O Ponto de Encontro espera por nós. Nunca se abandona algo que se constrói.
Até breve.

Lídia Valadares e Cidália Loureiro

Manuel Augusto a 16 de Junho de 2010 às 20:46
Bonito poema

Lídia Valadares a 16 de Junho de 2010 às 23:21
É um poema lindíssimo, não é, Manuel? Eu também adorei.
Beijinhos e até breve.

Lídia Valadares

mais sobre mim
Junho 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
30


LER
“O prazer de ler e de escrever não é um acto solitário, é uma forma de entrar em relação com o outro, de partilhar uma paixão.” Cláudia Freitas, Leituras Cruzadas
blogs SAPO